É no teatro que as pessoas sentem que têm a liberdade para fazer coisas que sempre quiseram fazer na “vida real” e depois percebem que essa liberdade é tão real quanto a cena. Teatro é o espaço para errar, arriscar e experimentar. Um curso de teatro é um caminho para entender que tudo é possível. Em um curso de teatro há o exercício do corpo, da voz e da mente, e o que se aprende em sala de aula não é apenas para ir aos palcos, mas para a vida.

Enfrentando a timidez

Fazer um telefonema, pedir uma informação, chegar em um novo local são desafios intimidadores para quem enfrenta a timidez, que pode até acabar sendo confundida com arrogância. Além da área profissional, a timidez também afeta os relacionamentos e cria barreiras entre pessoas que poderiam ser grandes amigas. Muitas vezes, as pessoas perdem grandes oportunidades por conta do medo e da timidez. Pois o olhar do outro sobre o que fazemos pode acabar determinando toda a nossa vida. O julgamento, a comparação e a vergonha acabam sendo grandes inimigos, impedindo experiências e conquistas. O primeiro passo para superar a timidez pode ser o exercício em conjunto de atividades que lhe dão prazer e possuem em sua prática métodos que facilitam as relações interpessoais, como um curso de teatro.

Praticando teatro

A origem da palavra teatro indica que seu significado é diretamente relacionado ao público, ou seja, ao outro. No teatro, seja o local onde o público se reúne para prestigiar os artistas no palco ou o espaço de criação e experimentação cênica, o “eu e o outro” sempre estarão relacionados. Deste modo, fazer teatro é reconhecer o “outro” e perceber suas peculiaridades da mesma maneira que se é conhecido. Neste sentido, os tímidos podem ter uma vantagem por serem bons observadores do mundo a sua volta. Os desinibidos nem sempre conseguem perceber o “outro”, reconhecer, ou mesmo interpretá-lo. Mas com esforço, tímidos e extrovertidos podem chegar a ótimos resultados, aprendendo técnicas e experienciando o “fazer teatral”.

Há uma grande diferença entre o processo e seu produto. Podemos dizer que o produto do teatro é o espetáculo em si e seu processo é todo o tempo de aula, treinamento e ensaio. Também podemos pensar que processo é tudo o que envolve o fazer teatral desde os primeiros ensaios até os agradecimentos depois da apresentação de um espetáculo e seu produto sejam os resultados obtidos na experiência do ator e do público. Em todo caso, fazer teatro é muito mais que estar em um palco. E o que permite de fato o enfrentamento da timidez não é apenas estar diante de um público, e sim as experiências em sala de aula. Sendo o teatro a arte que acontece somente com “o outro” o aluno vivenciará processos de reconhecimento do mundo em que vive e, a partir de jogos e técnicas aprenderá a enxergar a si mesmo como capaz de não apenas ser um observador passivo, mas um sujeito ativo em meio a sociedade.

Confiança e disposição

É importante salientar que não é o curso de teatro em si que possibilitará a superação da timidez, mas a disposição do aluno e sua confiança seu professor e seus colegas de classe. Não é de um dia para o outro que alguém vence a timidez e consegue estar à frente de milhares de pessoas em um palco e também não é um “dom” concedido a poucos, esta habilidade é fruto de técnica e treinamento, e mesmo a pessoa mais introvertida pode adquiri-la. O processo de superação da timidez acontece mediante as relações estabelecidas pelo jogo teatral, método utilizado por diretores e professores para que haja sinergia entre os atores em cena.

A imagem pode conter: 7 pessoas, criança


Autora: Heloiza Castro

Fonte:
https://belas.art.br/como-um-curso-de-teatro-pode-ajudar-a-superar-a-timidez/2/

Palavras Chaves: teatro infantil, timidez, vergonha, envergonhada, arte educação, socialização, crianças, psicologia infantil, pedagogia, mudez, oralidade, criatividade, coordenação motora. improviso, resiliência, trabalho em equipe, segurança, auto confiança, auto estima, jovens, teen, terapia ocupacional, peças teatrais, arte cênicas, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro, BRT Gilka Machado.